TOP – Filmes sobre Lobisomens

    1

    A licantropia já foi utilizada no cinema como analogia para
    a puberdade e para a crise da meia-idade, no fraco “Lobo”, com Jack Nicholson,
    até mesmo para aqueles infectados pelo HIV, como é o caso de Remus Lupin,
    imaginado pela escritora J.K. Rowling em sua saga “Harry Potter”. Diferente de
    outros monstros clássicos, não possui um cânone estabelecido, sendo imaginado
    desde a mitologia grega e tendo passado por vários “gatilhos” que explicavam a
    razão da transformação, o que motivou diversas interpretações ao longo dos
    anos. Por necessitar de muita caracterização, quase sempre os produtores
    decidem se focar nesse aspecto visual, deixando a criatividade narrativa em
    segundo plano. Existem muitos filmes sobre o tema, mas em sua maioria são esforços
    medíocres ou que não resistem em uma revisão. Para organizar essa lista eu revi
    cada produção, selecionando sem pensar no senso comum que se forma sempre entre
    os cinéfilos.

    Esses são os meus dez filmes favoritos sobre lobisomens:

    nightwerewolfdvd16 - TOP - Filmes sobre Lobisomens

    10 – A Noite do Lobisomem (El Retorno Del Hombre Lobo –
    1980)

    Somente aqueles cinéfilos mais apaixonados pelo gênero irão conhecer a saga
    espanhola do trágico Waldemar Daninsky, vivido em doze produções pelo
    halterofilista Jacinto Molina, ou Paul Naschy, como ficou conhecido fora de seu
    país. Com um orçamento mais generoso, esse é o único da série que realmente
    oferece um entretenimento de qualidade, colocando-o em confronto com uma
    vampira. A fotografia gótica é o melhor elemento, estabelecendo um excelente
    clima de pesadelo. A interpretação visceral de Molina, considerado o Lon Chaney
    espanhol, pode ser considerada uma das melhores já captadas pelas lentes do
    cinema.

    Curse of the Werewolf Reed - TOP - Filmes sobre Lobisomens

    9 – A Maldição do Lobisomem (The Curse of The Werewolf –
    1961)

    O único projeto sobre lobisomens dos estúdios Hammer mantém o estilo elegante
    de suas produções, ainda que não possa ser comparado em qualidade aos
    protagonizados pelo vampiro de Christopher Lee. Como opção à frente de seu
    tempo, recurso utilizado recentemente na série “Hemlock Grove”, a licantropia
    no personagem vivido por Oliver Reed é produto de sua concepção, tornando a
    situação da vítima ainda mais trágica. Nesse caso, foi utilizada uma analogia
    para o trauma de um abuso sexual, já que o garoto nasceu de um estupro. Esse
    aspecto reforça o interesse maior no desenvolvimento das motivações, em
    detrimento de cenas de ação, o que pode não agradar aqueles que buscam apenas a
    violência.

    dogsoldiers4 - TOP - Filmes sobre Lobisomens

    8 – Dog Soldiers – Cãos de Caça (Dog Soldiers – 2002)

    Caso essa lista fosse formada pelas melhores cenas de ação com lobisomens, esse
    filme estaria em primeiro lugar. O diretor Neill Mashall, antes do sucesso com
    “Abismo do Medo”, consegue estabelecer um ritmo frenético com boa construção de
    suspense, como uma versão hardcore de “O Predador”. Lobisomens perturbadoramente
    altos e longilíneos compõem um visual novo e eficiente, outro mérito da obra
    que merece ser destacado. O problema é que, excetuando a adrenalina nas cenas
    dos confrontos entre os militares e os monstros, não há absolutamente nada no
    roteiro que eleve o projeto a algo mais que um ótimo videogame.

    GingerSnaps2000moviepic17 - TOP - Filmes sobre Lobisomens

    7 – Possuída (Ginger Snaps – 2000)

    Esse projeto canadense parecia ser mais uma tolice visando o público jovem, mas
    já me surpreendeu de forma positiva inicialmente pelo excesso de “gore”, algo
    que o gênero parecia ter esquecido com o advento da computação gráfica. A
    protagonista vivida por Katharine Isabelle é atacada por uma fera selvagem,
    para o desespero de sua irmã, que luta para libertá-la dessa maldição. Sobram
    críticas à alienação adolescente e o conformismo, num viés espertamente
    feminista. Foram feitos dois filmes que mantiveram o nível, um sequel e um
    prequel, formando uma trilogia respeitável e que, pela abrangência de temas
    que suscita, como relacionamento de pais e filhos, transcende o próprio subgênero.

    t0kx9e - TOP - Filmes sobre Lobisomens

    6 – A Maldição da Lua Cheia (The Boy Who Cried Werewolf –
    1973)

    Esse é muito pouco lembrado, mas me marcou profundamente quando assisti na
    televisão vários anos atrás, ainda que não tenha sentido medo. É uma produção
    barata, foi exibida nos Estados Unidos em sessão dupla com a pérola trash “O
    Homem Cobra”, que passava sempre no “Cinema em Casa” do SBT, mas compensa a
    ausência de sangue com um leitmotiv perturbador. Uma espécie de “Kramer Vs.
    Kramer”, com o divorciado pai sendo a vítima da mordida de um lobisomem,
    perante os olhos apavorados de seu filho pequeno. Por trás da licantropia
    imaginada em tom fabulesco, podem-se perceber temas pesados, como a analogia da
    maldição com o alcoolismo e os efeitos devastadores em uma família fragilizada,
    especialmente no psicológico de uma criança.

    an american werewolf in london 05 stor - TOP - Filmes sobre Lobisomens

    5 – Um Lobisomem Americano em Londres (An American Werewolf
    in London – 1981)

    Caso essa lista fosse formada pelas melhores cenas de transformação, esse filme
    estaria em primeiro lugar. A lenta agonia do protagonista, enquanto presencia
    seu corpo sendo modificado grotescamente ao som de “Blue Moon”, cantada por Sam
    Cooke, inegavelmente é um dos melhores momentos já captados no gênero. O
    trabalho prostético de Rick Baker foi tão eficiente, que até nos esquecemos de
    como o roteiro é falho. O exagero no humor, especialidade do roteirista e
    diretor John Landis, acaba minimizando o impacto de vários momentos com
    potencial, como a abertura que remete ao clima dos filmes dos estúdios
    Universal.

    25509 238230 wolfmanbackdropjpeg 620x - TOP - Filmes sobre Lobisomens

    4 – O Lobisomem (The Wolf Man – 1941)

    O filme, fora de seu contexto, não é o melhor dentre os clássicos da época,
    como “Drácula”, “A Múmia”, “O Homem Invisível” e “Frankenstein”. Mas a
    importância dessa incursão dos estúdios Universal é tremenda, já que moldou
    muitas das particularidades que o personagem viria a apresentar nos esforços
    seguintes. A interpretação de Lon Chaney Jr., com a ajuda impecável do
    maquiador Jack Pierce, definiu para toda uma geração o conceito da licantropia,
    incluindo a ideia da clássica transformação nas noites de lua cheia, a infecção
    pela mordida e a periculosidade fatal da prata. Elementos criados pelo
    roteirista Curt Siodmak, que muitos acreditavam equivocadamente que havia se
    inspirado em lendas ciganas, copiados à exaustão até hoje.

    the howling werewolf joe dante - TOP - Filmes sobre Lobisomens

    3 – Grito de Horror (The Howling – 1980)

    A maioria dos filmes sobre lobisomens abordam indivíduos amaldiçoados pela
    licantropia, normalmente em locais isolados. Esse projeto do diretor Joe Dante
    foi inovador por imaginar eles vivendo juntos, como um grupo social, em plena
    cidade. Outro aspecto interessante foi se desviar do clichê da relutância ao
    bestial, mostrando que existem pessoas que adorariam abusar desse poder
    destrutivo. E o excelente trabalho prostético de Rob Bottin somente é superado
    pelo realizado por Rick Baker em “Um Lobisomem Americano em Londres”. As
    transformações de Bottin ganham em realismo por causa da fotografia mais
    escura, que esconde melhor as limitações da época. E, diferente do citado
    clássico de Landis, considero mais ameaçador lobisomens bípedes.

    wolves3 - TOP - Filmes sobre Lobisomens

    2 – A Companhia dos Lobos (The Company of Wolves – 1984)

    O diretor Neil Jordan, que anos depois viria a firmar seus pés com igual
    competência no cânone dos vampiros, com “Entrevista com o Vampiro”, realiza uma
    mistura surreal perfeita de fábula e horror. Deixando de lado qualquer premissa
    já estabelecida, ele bebe direto da fonte mitológica com total liberdade
    criativa. Ele compreende que, muito antes de Hollywood se apoderar da criatura,
    ela já existia no inconsciente coletivo do povo, então seu interesse reside nos
    alicerces psicológicos que asseguram sua longevidade. O roteiro busca
    referências no conto da “Chapeuzinho Vermelho”, utilizando a figura do lobo
    como simbolismo do desejo sexual, “gatilho” na transição da puberdade para a
    vida adulta. A atmosfera onírica é conquistada por mérito do designer de
    produção Anton Furst , do “Batman” de Tim Burton.

    sb r2 shot4l - TOP - Filmes sobre Lobisomens

    1 – A Hora do Lobisomem (Silver Bullet – 1985)

    Subestimada adaptação do livro de Stephen King, responsável pelo roteiro, que
    transmite um clima único, um misto de nostalgia e pavor, valorizado pela ótima
    trilha sonora de Jay Chattaway. Corey Haim vive uma criança paralítica, que é
    perseguida por descobrir o terrível segredo de sua cidadezinha de interior: um
    padre querido por todos, mas que na realidade é um lobisomem. O conceito em si
    já é ousado e sombrio. Claro que ninguém acredita no menino, que acaba
    recebendo inicialmente o apoio da única pessoa que não tem crédito algum,
    sequer entre seus familiares, o tio bêbado vivido por Gary Busey. São vários elementos
    fascinantes, como a cadeira de rodas motorizada, que rende ao filme uma de suas
    melhores cenas, a da perseguição noturna pela floresta. Munido apenas de poucos
    morteiros, com um transporte frágil que pode desligar a qualquer momento, o
    garoto terá que enfrentar o temido lobisomem.

    RECOMENDAMOS


    Octavio Caruso
    Viva você também este sonho...

    1 COMENTÁRIO

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Please enter your comment!
    Please enter your name here