8 filmes que mostram que as feridas emocionais da infância não cicatrizam nunca

0

O tema é forte, mas importante, principalmente para pais e aqueles interessados em psicologia. Selecionei oito excelentes filmes que abordam vertentes do abuso psicológico e físico em crianças, cicatrizes internas que são carregadas por toda a vida.

Depois de Lúcia (Después de Lucía – 2012)

Desde a morte de sua esposa, Roberto não consegue dedicar muito tempo à sua filha Alejandra, uma jovem de 15 anos. Para escapar da depressão que passa a dominar a rotina dos dois, pai e filha deixam a cidade de Vallarda em busca de uma nova vida na Cidade do México. Envergonhada e incapaz de explicar para o pai as razões, Alejandra omitirá as humilhações e abusos emocionais e físicos sofridos em seu novo colégio. Os dois vão se distanciando cada vez mais, à medida que a violência toma conta de suas vidas.

Pelos Olhos de Maisie (What Maisie Knew – 2012)

Em meio ao conturbado divórcio dos pais, Maisie (Onata Aprile), uma garotinha de sete anos, tenta entender o que se passa. De um lado a mãe, Susanna (Julianne Moore), uma estrela do rock. Do outro o pai, Beale (Steve Coogan), um influente galerista. Unindo os dois, a menina, que logo descobre um novo significado para a palavra “família”.

Michael (2011)

Michael, 35 anos, é um corretor de seguros que leva uma vida aparentemente normal. Recentemente promovido, ele comemora junto aos colegas de trabalho. Em sua pequena casa no subúrbio, porém, guarda um segredo: o menino Wolfgang, de 10 anos, que mantém prisioneiro em seu porão e submete a uma rotina de abusos sexuais. Convivendo, os dois partilham de momentos de aparente naturalidade, seja assistindo à televisão ou dando pequenos passeios eventuais, que encobrem a verdadeira relação entre o molestador e a vítima.

Sybil (2007)

Depois de tentar suicídio, Sybil, que tem problemas de identidade, procura a ajuda da psiquiatra Cornelia Wilbur (impecável atuação de Jessica Lange). Ao longo de 11 anos de terapia, e da descoberta dos abusos que sofreu na infância, Sybil mostra as dezesseis personalidades que desenvolveu.

Pixote: A Lei do Mais Fraco (1980)

Pixote (Fernando Ramos da Silva) foi abandonado por seus pais e rouba para viver nas ruas. Ele já esteve internado em reformatórios e isto só ajudou na sua “educação”, pois conviveu com todo o tipo de criminoso e jovens delinquentes que seguem o mesmo caminho. Ele sobrevive se tornando um pequeno traficante de drogas, cafetão e assassino, mesmo tendo apenas onze anos.

Mistérios da Carne (Mysterious Skin – 2004)

Aos 8 anos, Brian Lackey (Brady Corbet) acordou do lado de fora de sua casa com o nariz sangrando, sem ter ideia de como tinha chegado lá. Depois do incidente ele nunca mais foi o mesmo: tem medo do escuro, urina na cama e é assombrado por pesadelos. Agora, aos 18 anos, ele acredita ter sido abduzido por alienígenas. Neil McComick (Joseph Gordon-Levitt), também de 18 anos, é um adorável forasteiro, o rapaz que todos admiram a distância. Quando seus caminhos se cruzam, eles descobrem que as memórias mais importantes de suas vidas não são o que parecem.

A Ira de Um Anjo (Child of Rage – 1992)

Casal adota uma menina de 7 anos, aparentemente angelical, mas que logo revela uma personalidade cruel, capaz de manipular os adultos e cometer atos violentos contra aqueles que se colocam em seu caminho. Posteriormente, descobrem que ela e seu irmão foram vítimas de negligência e maus tratos, incluindo violência sexual.

Para Sempre Lilya (Lilya 4-ever – 2002)

Lilya (Oksana Akinshina) tem 16 anos e vive em um subúrbio pobre, em algum lugar da antiga União Soviética. Sua mãe mudou-se para os Estados Unidos, com seu novo marido, e Lilya espera que ela lhe envie algum dinheiro. Após algum tempo sem receber notícias nem qualquer quantia dela, Lilya é obrigada a se mudar para um pequeno apartamento, que não possui luz nem aquecimento.

RECOMENDAMOS


Octavio Caruso
Viva você também este sonho...

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here