Crítica de “O Mau Exemplo de Cameron Post”, de Desiree Akhavan (Festival do Rio)

0

O Mau Exemplo de Cameron Post (The Miseducation of Cameron Post – 2018)

Flagrada pelo namorado transando com a melhor amiga em pleno baile de formatura, Cameron Post (Chloe Grace Moretz) é enviada pela tia para um centro religioso que afirma curar jovens atraídos pelo mesmo sexo, mas para se submeter ou não ao suposto tratamento, a adolescente precisa antes descobrir quem é de fato.

Baseado no livro homônimo da escritora Emily M. Danforth, o vencedor do Grande Prêmio do Júri no Festival de Sundance entrega o mais do mesmo indie de butique, não agride, mas também não agrada especialmente. O único motivo que explica o alarido nas rodas cinéfilas é sua abordagem no tema LGBTQ+. E vale ressaltar que o roteiro, escrito por Cecilia Frugiuele e a própria Desiree, peca por limitar seu discurso aos diretamente interessados, que, por identificação, já entram na sala escura gostando da obra. Não há interesse em explorar narrativamente as possibilidades que captariam a atenção do público em geral, que encontra dificuldade no investimento emocional devido ao ritmo lento usual em projetos do mesmo estilo, espécie de grife no cinema alternativo.

Para prejudicar ainda mais o resultado, a protagonista, vivida por Chloë Grace Moretz, por culpa do texto ou da própria atriz, incapaz de externalizar os sentimentos em seu primeiro papel realmente desafiador, permanece em estado apático todo o tempo, não há sensação de amadurecimento após os conflitos, a composição deixa de ser realista e dá um abraço apertado na caricatura da adolescente confusa dos piores livros infanto-juvenis. Isto, infelizmente, reduz os questionamentos complexos da trama, que ganha pontos nas críticas acertadas ao fanatismo religioso e seus hipócritas defensores, representados na figura odiosa da homofóbica psicóloga cristã vivida por Jennifer Ehle, ao inconformismo blasé.

O filme é uma tremenda oportunidade perdida, estruturalmente episódico, satisfazendo-se com breves apontamentos superficiais redundantes e algumas sequências mais apimentadas.

Cotação: 2 stars - Crítica de "O Mau Exemplo de Cameron Post", de Desiree Akhavan (Festival do Rio)

RECOMENDAMOS


Octavio Caruso
Viva você também este sonho...

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here