10 filmes LINDOS para ver em família no DIA DAS MÃES

0

Na seleção desta lista, evitei os títulos mais óbvios, quase sempre medíocres comédias românticas. O foco é intensificar a emoção, proporcionar momentos bonitos. Reúna a família na frente da televisão e celebre com o cinema este dia especial. Boa sessão!

 

Ben-Hur (1959)

Todos lembram da corrida de quadrigas e da rivalidade entre Judah e Messala, mas a alma deste épico maravilhoso de William Wyler é a jornada do herói para resgatar sua mãe e irmã, presas injustamente pelo exército romano. A cena mais emocionante, quase sempre eclipsada pelos vários momentos grandiosos, acompanha o olhar da mãe, já com lepra, admirando o filho à distância, consciente de que não é aconselhável que ela se aproxime, ou que ele sequer saiba que ela segue viva. A mais linda composição de Miklós Rózsa para o filme, “The Mother’s Love”, captura esta essência.

Laços de Ternura (Terms of Endearment – 1983)

Aurora e Emma vivem os altos e baixos da relação mãe-filha. Enquanto Aurora, mãe protetora e viúva há alguns anos, não aprova o casamento de sua filha, Emma vive o drama de saber que seu marido a trai. Entre desentendimentos e alegrias, Aurora começa a se relacionar com o ex-astronauta Garrett Breedlove, um vizinho paquerador, enquanto Emma descobre que tem câncer.

Flores de Aço (Steel Magnolias – 1990)

A amizade entre seis mulheres de temperamentos, idades e classes sociais diferentes, no sul da Louisiana, nos Estados Unidos. Elas se aproximam numa hora de festa e permanecem unidas durante os momentos amargos da vida.

Mamma Mia! Lá Vamos Nós de Novo (Mamma Mia! Here We Go Again – 2018)

Ao descobrir que está grávida, Sophie (Amanda Seyfried) busca inspiração para a maternidade lembrando do passado da mãe (Meryl Streep). Nos anos 70, a jovem Donna (Lily James) viveu muitas aventuras com seu grupo musical Donna & The Dynamo, em parceria com suas amigas Tanya (Jessica Keenan Wynn) e Rosie (Alexa Davies).

Lado a Lado (Stepmom – 1998)

Uma jovem de doze anos (Jena Malone) e um garoto de sete (Liam Aiken), filhos de pais separados, não aceitam a nova namorada de seu pai (Ed Harris), uma bela e renomada fotógrafa (Julia Roberts). O garoto ainda tolera a situação, mas a adolescente não se conforma com a separação e com fato de seu pai e a namorada viverem juntos, pois isto significa que as chances de reconciliação de seus pais se tornam quase nulas. Por sua vez, a mãe das crianças (Susan Sarandon) ainda alimenta esta briga, fazendo o gênero “mãe perfeita”. A fotógrafa faz de tudo para agradar as crianças, chegando ao ponto de dar tanta atenção aos enteados que acaba perdendo o emprego, pois deixou de ser a profissional competente que era. Até que uma notícia inesperada muda completamente a relação entre os familiares.

O Clube da Felicidade e da Sorte (The Joy Luck Club – 1993)

A história de quatro famílias e duas gerações, revivida nas lembranças de quatro jovens chinesas nascidas na América e de suas mães, que nasceram nos campos da China.

A Noviça Rebelde (The Sound of Music – 1965)

No final da década de 30, na Áustria, quando o pesadelo nazista estava prestes a se instaurar no país, uma noviça que vive em um convento, mas não consegue seguir as rígidas normas de conduta religiosa, vai trabalhar como governanta na casa do capitão Von Trapp, que tem sete filhos, ele é viúvo e os educa como se fizessem parte de um regimento. Sua chegada modifica drasticamente o padrão da família, trazendo alegria novamente ao lar.

Presente de Grego (Baby Boom – 1987)

J.C. Wiatt (Diane Keaton), uma executiva de meia-idade que está prestes a atingir um dos postos mais altos da empresa na qual trabalha, tem sua vida profissional e pessoal totalmente alterada quando “herda” a guarda de Elizabeth, uma menina que é filha de um parente distante que morreu. Gradativamente J.C. se envolve com a criança e resolve assumir sua educação, mas acaba perdendo o emprego. Ela então se muda com a filha para o interior, disposta a recomeçar do zero e compra uma casa com diversos problemas. Aos poucos ela contorna as dificuldades e se envolve com Fritz, um veterinário da região. Mas o que J.C. não poderia imaginar é que indiretamente a criança seria responsável por um sucesso que ela nunca tinha alcançado.

Os Garotos da Minha Vida (Riding in Cars With Boys – 2001)

Nos anos 60, Beverly D’Onofrio (Drew Barrymore) é uma garota que vive em uma cidade do interior dos Estados Unidos e sonha em chegar à universidade e tornar-se uma escritora. Porém, seus planos são subitamente interrompidos quando, aos 15 anos, ela fica grávida de Ray Murphy (Steve Zahn), um motoqueiro que conheceu há apenas poucas semanas. Com medo de que sua filha se tornasse mãe solteira, os pais de Beverly a obrigam a se casar com Ray e abandonar os estudos para cuidar da criança. Mas Beverly não desiste de seu sonho e, após enfrentar alguns erros e obstáculos, busca enfim realizá-lo.

Mãe é Mãe (Mother – 1996)

Depois de dois casamentos fracassados, o escritor de ficção científica John Henderson (Albert Brooks) decide se aproximar mais da mãe. O motivo de sua ação, no entanto, não é nada nobre. Para John, se ele receber uma polpuda herança, poderá ser mais bem-sucedido nos relacionamentos. Determinado em reaproximar-se, ele se muda para a casa da mãe (Debbie Reynolds) e desencadeia uma série de situações hilárias.

RECOMENDAMOS


Octavio Caruso
Viva você também este sonho...

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here