Ruth de Souza, de “Sinhá Moça”, morre aos 98 anos

0

Morreu na manhã deste domingo (28) a atriz Ruth de Souza, de 98 anos. Ela estava internada desde o começo da semana no Centro de Tratamento Intensivo do Hospital Copa D’Or, em Copacabana, na Zona Sul do Rio, vítima de uma pneumonia. A causa da morte não foi informada pelo hospital.

Com mais de 70 anos dedicados à dramaturgia, Ruth de Souza é ícone de várias gerações de atores. Ela foi pioneira ao longo de sua carreira: foi a primeira atriz negra a se apresentar no Theatro Municipal do Rio e, também, a primeira brasileira indicada a um prêmio internacional de cinema (o Leão de Ouro no Festival de Veneza de 1954).

Ela fez história no dia 8 de maio de 1945, ao se apresentar em “O Imperador Jones”, de Eugene O’Neil, numa montagem do Teatro Experimental do Negro, grupo fundado por Abdias Nascimento e Agnaldo Camargo. E seu feito ajudou a abrir caminho para o artista negro no Brasil.

No cinema, Ruth participou de mais de 30 filmes, incluindo “Sinhá Moça”, de Tom Payne. O filme levou Ruth a concorrer ao prêmio de Melhor Atriz do Festival de Veneza de 1954. A atriz esteve também no maravilhoso “O assalto ao trem pagador” (1962), de Roberto Farias, e “As filhas do vento”, de Joel Zito Araujo, com o qual foi premiada no Festival de Gramado de 2004.

Ela também participou de pérolas do cinema brasileiro, como as comédias “Osso, Amor e Papagaio” (1957) e “Candinho” (com o grande Amácio Mazzaropi).

Que seu legado artístico siga inspirando as novas gerações. Que nunca nos esqueçamos…

RECOMENDAMOS


Octavio Caruso
Viva você também este sonho...

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here