Crítica de “Procura-se um Pai”, de Javier Colinas, na NETFLIX

0

Procura-se um Pai (Se Busca Papá – 2020)

O que uma pequena fã de adrenalina faz quando a mãe a proíbe de participar de um campeonato de bicicross? Contrata um ator para fingir que é seu pai.

O roteirista/diretor mexicano Javier Colinas é responsável pela comédia recente “O Aniversário da Vovó” e sua sequência, “O Casamento da Vovó”, projetos despretensiosos, populares e eficientes, logo, desprezados pelos colegas pseudointelectuais e inseguros da crítica mundial.

Há inegável desequilíbrio tonal, o filme não se decide entre ser uma leve comédia infantojuvenil ou um drama com mão pesada, problema perceptível logo nos primeiros 15 minutos, intercalando exibições pueris de rebeldia pré-adolescente da Blanca (Natalia Coronado) com momentos de autocomiseração alcoolizada do ator Alberto (Juan Pablo Medina).

No decorrer do tempo, uma reviravolta sombria revela o que está por trás dos olhos tristes do homem, elemento que ressignifica o relacionamento dele com a pequena e engrandece a mensagem da obra, mas o impacto emocional (apesar da trilha sonora intensamente manipulativa) é pulverizado por escolhas fáceis de humor rasteiro, cenas gratuitas com personagens secundários (relacionados ao trabalho da mãe da menina), detalhes que servem apenas para desviar a atenção do público.

A pequena e carismática Natalia faz valer a experiência, talentosa, ela injeta doçura em seu olhar expressivo na transição de irritante mimada à vulnerável carinhosa.

“Procura-se um Pai” é uma boa opção para uma sessão em família.

Cotação: STAR 2.5 - Crítica de "Procura-se um Pai", de Javier Colinas, na NETFLIX

Octavio Caruso
Viva você também este sonho...

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here