No “Dica do DTC”, a nova seção do “Devo Tudo ao Cinema”, a intenção não é entregar uma longa análise crítica, algo que toma bastante tempo, mas sim, uma espécie de drops cultural, estimulando o seu garimpo (lembrando que só serão abordados filmes que você encontra com facilidade em DVD, streaming ou na internet). O formato permite que mais material seja produzido, já que os textos são curtos e despretensiosos.

***

O Corredor do Terror (Isolerad – 2010)

Um jovem estudante muda-se para um novo apartamento em busca de paz. Logo, os seus novos vizinhos começam a persegui-lo, com intenções sinistras.

Uma pérola do suspense sueco, outrora aplaudida e premiada apenas em festivais, que acaba de entrar na plataforma Amazon Prime, que, aliás, está dando show na guerra dos streamings, trazendo qualidade, obras importantes e tesouros pouco conhecidos de várias nacionalidades e épocas, ao invés de se debruçar na agenda política, como sua maior concorrente, Netflix. Os apaixonados por cinema agradecem o comprometimento com a arte.

O trabalho da dupla de roteiristas/diretores Johan Lundborg e Johan Storm homenageia claramente “Janela Indiscreta”, de Hitchcock (substituindo apenas o aspecto visual pelo sonoro), os filmes iniciais minimalistas de Roman Polanski, mas também flerta com a ousadia estética de Brian De Palma, utilizando o baixo orçamento como alavanca criativa para construir um thriller psicológico, capturando perfeitamente a paranoia do protagonista, inteligentemente optando por adotar o ponto de vista limitado do recluso estudante de medicina Frank, vivido pelo norueguês Emil Johnsen, enquanto ele, espreitando nas sombras de seu apartamento, começa a suspeitar que o vizinho matou sua esposa.

“O Corredor do Terror”, no popular, é aquele arroz com feijão muito bem preparado.

  • O filme está na plataforma AMAZON PRIME. 

RECOMENDAMOS



Viva você também este sonho...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui