Tesouros da Sétima Arte – Quem é o Infiel?

    0

     

    Quem é o Infiel? (A Letter to Three Wives – 1949)

    Deborah (Jeanne Crain), Lora Mae (Linda Darnell) e Rita (Ann
    Sothern) são três amigas, todas casadas, que estão a ponto de partir em uma
    viagem de barco ao longo do Rio Hudson. Até que um mensageiro entrega uma carta
    direcionada às três jovens, que ficam impossibilitadas de tomar qualquer
    atitude até retornarem. Addie Ross (voz de Celeste Holm), uma amiga linda, rica
    e muito admirada por todos, escreveu dizendo que fugiu com o marido de uma
    delas, mas sem mencionar com qual.Elas terão o tempo da viagem para
    repensarem suas vidas e compartilhar com o público, em flashbacks, a origem de
    suas crises existenciais.

    O texto desse filme é uma prova da extrema competência de
    Joseph L. Mankiewicz, que no ano seguinte faria a obra-prima “A Malvada” (All About
    Eve), que, de certa forma, acabou eclipsando-o nas páginas da História do
    cinema. Ele conseguiu pegar uma novela medíocre direcionado às leitoras de uma
    revista feminina, cortando personagens e tornando as protagonistas
    tridimensionais em suas emoções e angústias, muito longe da caracterização
    banal e folhetinesca do trabalho original de John Klempner. O roteiro
    transforma a figura de Addie em algo misteriosamente espectral, invisível,
    onipresente. Não vemos, em nenhum momento, sua tão alardeada beleza e
    elegância, apenas sentimos seu profundo impacto nos relacionamentos. Ela é a
    insegurança que reside no interior de cada esposa. E a opção pelo desfecho
    ambíguo, algo raro em sua época no gênero, eleva ainda mais a qualidade do
    texto.

    Outro ponto que merece destaque é a participação da
    excelente Thelma Ritter, com seu perfeito timing cômico, numa variação do papel
    que faria praticamente em todos os seus projetos posteriores, como “Janela
    Indiscreta”, “Confidências à Meia-Noite” e “Boeing Boeing”. Ela conseguia a
    proeza de atrair toda a atenção nas cenas em que participava, mesmo quando não
    falava uma palavra. Uma espécie de Groucho Marx de saias, infelizmente
    esquecida pela nova geração.

    * O filme está sendo lançado em DVD pela distribuidora “Classicline”.

    RECOMENDAMOS


    Octavio Caruso
    Viva você também este sonho...

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Please enter your comment!
    Please enter your name here