“A Ameaça Que Veio do Espaço”, de Jack Arnold

    0

    A Ameaça Que Veio do Espaço (It Came from Outer Space –
    1953)

    Houve um fenômeno de popularidade do tema na década de
    cinquenta, com os produtores despejando o máximo possível de produtos genéricos
    sobre alienígenas nos cinemas drive-in, para uma garotada assistir entre um
    beijo e outro. Grande parte desses filmes envelheceu mal porque, enquanto
    jovem, já eram terrivelmente problemáticos, estruturalmente simplórios e com
    atuações desastrosas. “A Ameaça Que Veio do Espaço”, dirigido por Jack Arnold,
    do ótimo “O Incrível Homem Que Encolheu”, é diferente. Sendo adaptado de um conto,
    inédito à época, do excelente escritor Ray Bradbury, mestre da
    ficção-científica, já valeria a reverência, porém, não é o único motivo que faz
    esse filme ser, ainda hoje, eficiente.

    Os alienígenas não estão invadindo o planeta, um conceito
    inovador para a época, eles não são a ameaça, ainda que o título nacional assim
    faça crer, mas, sim, forasteiros que caíram por acidente em uma sociedade
    estranha. Eles decidem tomar a forma dos humanos, sem causar mal às matrizes,
    pois sabem que os terráqueos não sabem lidar com o desconhecido, eles temem e
    agridem aquilo que não compreendem. Os alienígenas precisam conviver com os
    humanos o tempo suficiente para consertarem sua espaçonave. É ótima a cena em
    que o protagonista, o astrônomo vivido por Richard Carlson, tenta explicar essa
    conduta para o xerife, fazendo uma analogia com uma aranha que avistou na areia
    do deserto: “Você teme a aranha por ela ter oito patas”, segundos antes de o policial
    meter sua bota na cabeça do bicho. Em outro momento, o astrônomo conversa com o
    alienígena, que explica para ele a frustração de ter caído no planeta: “Caso
    fossem vocês, humanos, que tivessem caído no nosso planeta, nós entenderíamos melhor”.
    A ideia de que não estamos prontos para explorar outras formas de vida é
    genial, já que não sabemos lidar nem com o vizinho, agredimos verbalmente o
    colega de trabalho só por ele ser do time adversário no futebol. É uma percepção
    que, ainda hoje, em pleno 2015, continua, infelizmente, atual.

    O design dos alienígenas, criado por Milicent Patrick,
    remetendo a uma espécie de lesma ciclope, é um dos mais memoráveis no gênero,
    com a fotografia em primeira pessoa captada por uma câmera dentro de uma bolha
    de plástico.

    * O filme está sendo lançado pela distribuidora “Versátil”, na caixa “Clássicos Sci-Fi”, que conta também com: “Planeta Proibido”, “Eles Vivem”, “O Planeta dos Vampiros”, “Os Malditos” e “Fuga no Século 23”.

    RECOMENDAMOS


    Octavio Caruso
    Viva você também este sonho...

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Please enter your comment!
    Please enter your name here