Cine Giallo – “O Segredo do Bosque dos Sonhos”, de Lucio Fulci

    0

    O Segredo do Bosque dos Sonhos(Non si Sevizia um
    Paperino – 1972)

    Esse é daqueles filmes que, dois minutos depois do fim,
    ainda se recuperando do impacto, você tem vontade de aplaudir de pé. Lucio
    Fulci, diretor pouco valorizado, conseguiu criar um corajoso tratado único
    sobre temas espinhosos como preconceito, pedofilia, hipocrisia, superstição e
    religião, sem medo de controvérsias.

    Vou evitar revelar muito sobre a trama, um tremendo
    desserviço, especialmente nesse caso. Em um vilarejo dominado pelo misticismo,
    crianças são assassinadas, conduzindo os policiais na direção de uma bruxa
    praticante de vodu, vivida pela brasileira Florinda Bolkan. O roteiro abre o
    leque de possibilidades, mostrando que todos são suspeitos, já que não há sinal
    algum de qualquer senso de moralidade ou ética nas atitudes dos moradores. Até
    mesmo as crianças, que acabam sendo vítimas, são apresentadas praticando atos
    de sadismo, sem nenhum traço de empatia. O único que se mostra puro e
    bem-intencionado é o padre. Uma das personagens, vivida pela bela Barbara
    Bouchet, é uma viciada em drogas que busca reabilitação, uma jovem ousada que
    parece ter uma fixação em se insinuar sexualmente para os meninos da região.

    O mais interessante é como a história subverte qualquer
    expectativa, inclusive, visualmente, uma característica simbolizada em uma das
    cenas mais interessantes na história do Giallo, verdadeiramente inesquecível, um
    brutal linchamento acompanhado na trilha sonora pela programação exótica de uma
    estação de rádio, tendo, em seu ápice dramático a linda composição de Riz Ortolani: “Quei giorni insieme a
    te”, cantada por Ornella Vanoni. A impressionante sequência ganha ares ainda
    mais épicos e poéticos em revisão, conhecendo o desfecho da trama.

    * O filme está sendo lançado em DVD pela distribuidora “Versátil” na caixa “Giallo”, queconta também com: “Tenebre”, “O Estranho Vício da Sra. Wardh” e “Seis Mulheres Para o Assassino”, além de vários documentários muito interessantes.

    RECOMENDAMOS


    Octavio Caruso
    Viva você também este sonho...

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Please enter your comment!
    Please enter your name here