“Tigres Voadores” e “Heróis de Malta”

    0

    Tigres Voadores (Flying Tigers – 1942)

    O Capitão Jim Gordon (John Wayne) lidera os Tigres Voadores,
    uma lendária força de aviação de guerra não reconhecida pelo governo americano,
    formada por pilotos mercenários em busca de vingança, aventura e honra. Os
    homens pilotam modelos Curtiss P-40 e combatem os caças e bombardeiros
    japoneses que invadem o céu da China.

    Esta foi a primeira participação de John Wayne no gênero, em
    uma trama que recicla desavergonhadamente vários elementos de “Paraíso Infernal”,
    que Howard Hawks dirigiu três anos antes. Como bom filme de propaganda, o
    interesse está em mitificar a coragem norte-americana perante o inimigo,
    promovendo valores altruístas, enquanto retrata os japoneses de forma
    grosseiramente caricatural. O colega, vivido por John Carroll, que só pensa na
    recompensa que vai receber após a missão é levado a compreender o sofrimento
    alheio, bonita cena em que uma criança chinesa oferece comida como forma de
    agradecimento por seus esforços. O personagem modifica sua maneira de enxergar
    a sua participação no conflito e encara seu teste de fogo no terceiro ato. O
    investimento foi mais generoso que o usual nas produções da Republic Pictures,
    você percebe maior refinamento nas cenas de batalha que utilizam registros
    reais. O diretor David Miller foi um dos mais competentes e versáteis de sua
    época, apesar de quase nunca citado, anos depois ele realizaria o excelente
    noir “Precipícios d’Alma”, o comovente drama “Esquina do Pecado”, o impecável
    faroeste “Sua Última Façanha” e a adorável comédia “Pavilhão 7”.

    tigres voadores - "Tigres Voadores" e "Heróis de Malta"

    * O filme está sendo lançado em DVD pela distribuidora “Classicline”.

    Malta Story inside - "Tigres Voadores" e "Heróis de Malta"

    Heróis de Malta (Malta Story – 1953)

    O aviador britânico Peter Ross (Alec Guinness) está fazendo
    um mapeamento fotográfico aéreo para a RAF da ilha de Malta, importante ponto
    estratégico para os Aliados na Segunda Guerra Mundial. Durante um dos ataques
    aéreos, Peter é obrigado a pousar na ilha, onde acaba conhecendo a jovem Maria
    Gonzar (Muriel Pavlow), por quem se apaixona.

    É curioso ver Alec Guinness em um papel tão diferente em sua
    carreira, você percebe em certos momentos o desconforto dele, mas acaba
    funcionando, já que é atitude coerente para o personagem. O diretor Brian
    Desmond Hurst não imprime identidade, o roteiro se perde na fraca subtrama
    romântica, mas é interessante a forma sóbria como o conflito é tratado,
    dedicando tempo à estratégia de combate e, ponto muito positivo, mostrando a guerra por
    todos os ângulos, não somente pela ótica dos militares. Ao contrário de boa parte dos projetos da época, não há interesse em tornar a batalha algo empolgante. Alternando registros
    reais e reconstituições eficientes, há um senso documental que prevalece sobre
    os valores da obra como puro entretenimento. Vale destacar também a alta qualidade de produção do estúdio Ealing e a presença sempre imponente de Jack Hawkins.

    herois de malta - "Tigres Voadores" e "Heróis de Malta"

    * O filme está sendo lançado em DVD pela distribuidora “Classicline”.

    RECOMENDAMOS


    Octavio Caruso
    Viva você também este sonho...

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Please enter your comment!
    Please enter your name here