Chumbo Quente – “A Pistola do Mal”, de Jerry Thorpe

0

A Pistola do Mal (Day of The Evil Gun – 1968)

Lorn Warfield (Glenn Ford) regressa a casa após ter criado, durante três anos, a reputação de grande pistoleiro. Encontra o seu rancho em ruínas e descobre que a mulher e as filhas foram levadas pelos índios apache. Por intermédio de um velho e aparentemente louco comerciante, que em tempos negociou com os índios, consegue uma pista e uma esperança de encontrar a família com vida. Na companhia do experiente Owen Forbes (Arthur Kennedy), ele sai à procura dos sequestradores.

O faroeste norte-americano já estava em declínio no ano em que “A Pistola do Mal” foi lançado, os europeus revigoravam o gênero, enquanto em Hollywood o mito clássico do vaqueiro heroico dava lugar à questões psicologicamente mais desafiadoras e uma aura sombria e moralmente desoladora, apenas o cenário parecia o mesmo.

Com direção do veterano televisivo Jerry Thorpe, visivelmente desconfortável com as convenções do estilo, o roteiro/argumento de Charles Marquis Warren trabalha a dupla de protagonistas de forma tão humana e crível, que podemos relevar o fato de que se inspira sobremaneira na trama de “Rastros de Ódio”, com direito a um coadjuvante, vivido pelo competente Dean Jagger, que é uma cópia do personagem vivido na obra de John Ford por Hank Worden. Apesar do ritmo ser irregular, destaco pelo menos uma grande sequência, a perseguição dos índios a cavalo, com os dois pistoleiros suando para manter suas armas e acompanhar o raciocínio estratégico daqueles considerados por eles como inferiores, selvagens, situação que destaca um tímido viés revisionista, infelizmente abandonado no anticlimático desfecho.

O resultado é acima da média, eu coloco entre meus cinco faroestes favoritos protagonizados por Glenn Ford, abaixo apenas de “Galante e Sanguinário”, “Gatilho Relâmpago” e “Cimarron”.

propaganda a pistola do mal - Chumbo Quente - "A Pistola do Mal", de Jerry Thorpe

* O filme está sendo lançado em DVD, com opção de dublagem em português, pela distribuidora “Classicline”.

RECOMENDAMOS


Octavio Caruso
Viva você também este sonho...

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here