“Êxito Fugaz”, de Michael Curtiz

0

Êxito Fugaz (Young Man With a Horn – 1950)

Rick Martin (Kirk Douglas) era um jovem sem rumo na vida que, ao descobrir seu talento para a música, é apoiado pelo ícone Art Hazzard (Juano Hernandez), um velho mestre do trompete que decide ser seu mentor. Rick se mostra um excelente trompetista, mas logo fica entediado por trabalhar sempre em orquestras onde não pode mostrar seu grande talento. Ajudado por amigos e pela bela cantora Jo Jordan (Doris Day), Rick logo consegue vencer no mundo da música e se torna uma verdadeira estrela. No entanto, a relação com sua perturbada esposa Amy (Lauren Bacall) se deteriora, e ele logo descobrirá que na vida nem tudo se resume ao sucesso.

Curiosidade: O roteiro de Carl Foreman e Edmund H. North, baseado livremente na vida do músico Bix Beiderbecke, autodidata que encantava o público com um estilo único, aborda corajosamente para a época a bissexualidade, na figura de Amy, vivida por Lauren Bacall.

“Música para mim não é um negócio.” (Rick Martin, vivido por Kirk Douglas, após pedir demissão de seu trabalho na boate, celebrando seu amor pela arte)

O primeiro ato é fascinante, mostrando a admiração do menino pobre e órfão pelo grupo de Jazz liderado por Art Hazzard, personagem fictício vivido por Juano Hernández. Quando Kirk Douglas entra em cena com seu trompete, somos presenteados com cenas intensas focadas no companheirismo musical durante as apresentações. Não há muita química entre ele e as duas mulheres de sua vida, interpretadas por Doris Day e Lauren Bacall, o que prejudica um pouco o ritmo do segundo ato.

O roteiro se debruça em muitos dos clichês padronizados da Hollywood da época, mas trata estes clichês com elegância e respeito, dando aos momentos mais intimistas uma força emocional considerável. Como diretor, Curtiz capta com perfeição a textura da solidão que move a trama principal. O maior mérito da obra é conseguir retratar fielmente o cenário do Jazz em seu auge.

* O  filme está sendo lançado em DVD pela distribuidora “Classicline”.

Octavio Caruso
Viva você também este sonho...

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here