Bernardo Bertolucci, cineasta italiano, morre aos 77 anos

0

O cineasta Bernardo Bertolucci, diretor de filmes maravilhosos como o polêmico “Último Tango em Paris” (1972), o premiado “O Último Imperador” (1987) e “Os Sonhadores” (2003), morreu nesta segunda-feira (26) aos 77 anos.

De acordo com a imprensa italiana, ele estava em casa, em Roma, mas a causa da morte não foi revelada. O jornal “Corriere Della Sera” cita “uma longa doença”.

Considerado o último grande mestre do cinema italiano, com filmes de forte teor erótico, político e psicológico, Bertolucci fez ainda obras-primas como “Antes da Revolução” (1964), “1900” (1976), “O Conformista” (1970).

Além de filmes de ficção, Bertolucci dirigiu documentários. Iniciou a carreira artística como poeta e também se destacou como roteirista. Assinou, por exemplo, o magnífico “Era Uma Vez no Oeste” (1968), de Sergio Leone.

Com “O Último Imperador” (1987), ganhou o Oscar de Melhor Diretor (o único italiano a ter levado o prêmio), Melhor Filme e Melhor Roteiro. O longa levou, ao todo, nove estatuetas. Em maio de 2011, ele recebeu uma Palma de Honra, no Festival de Cannes, pelo conjunto de sua obra.

Que seu legado artístico siga inspirando as novas gerações. Que nunca nos esqueçamos…

RECOMENDAMOS


Octavio Caruso
Viva você também este sonho...

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here