Crítica de “El Camino”, de Vince Gilligan, na NETFLIX

1

El Camino (El Camino: A Breaking Bad Movie – 2019)

Após fugir em um “El Camino” do cativeiro, onde foi mantido, dramaticamente, Jesse Pinkman (Aaron Paul) inicia uma jornada em busca da própria liberdade, mas antes precisa se reconciliar com o passado para, só então, ter seu futuro garantido.

“Breaking Bad” é um dos raríssimos exemplos de série impecável, sem gordura extra, com um desfecho brilhante. Dito isto, “El Camino” é um epílogo, em teoria, desnecessário, mas acaba sendo um dos melhores originais da Netflix e uma emocionante maneira do roteirista/diretor Vince Gilligan agradecer o carinho dos fãs, que se mantém forte seis anos após o término, feito considerável em tempos de consumo imediatista, além de direcionar um sensível foco de luz sobre o destino de seu personagem mais carismático, o único que, contra todas as probabilidades, conseguiu preservar traços reconhecíveis de humanidade.

A estrutura narrativa insere flashbacks que servem inteligentemente como fan service e agregam à compreensão de situações determinantes na série, potencializando o impacto dramático dos eventos, ressignificando alguns e, principalmente, respeitando em letra e espírito os elementos responsáveis por seu sucesso. Não é, de forma alguma, um projeto oportunista, caça-níqueis, há uma preocupação em honrar o tom dos episódios, o estilo, enquadramentos, paleta de cores, tradicionais time-lapses, mas vale ressaltar que não funciona sozinho. É uma obra complementar, caso não tenha visto a série completa (e recomendo até rever antes), nem passe perto.

O mérito principal, além da atuação sempre competente de Aaron Paul, é optar pela simplicidade, com os irresistíveis toques característicos de humor, como nas várias vezes em que Jesse é prejudicado no sistema embrutecido por sua própria vulnerabilidade, testando sua capacidade de adaptação em situações extremas.

Cotação: Azhar movie Star Ratings 2 - Crítica de "El Camino", de Vince Gilligan, na NETFLIX

Octavio Caruso
Viva você também este sonho...

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here