“Tatuagem” (1981), de Bob Brooks

0

Tatuagem (Tattoo – 1981)

Top model americana (Maud Adams) conhece tatuador (Bruce Dern) que pretende purificá-la através da tatuagem. A modelo acaba sendo obrigada a participar do jogo doentio dele.

Jacques Rivette trataria o tema da obsessão do artista pela sua musa com mais refinamento anos depois no excelente “A Bela Intrigante”, mas esta competente pérola obscura oitentista merece ser descoberta, remete diretamente ao clássico de William Wyler, “O Colecionador”, com a presença perturbadora do grande Bruce Dern, em momento inspirado, além da beleza estonteante da sueca Maud Adams, conhecida pelo grande público por suas duas participações na franquia 007, em que contracenou com o amigo Roger Moore.

O roteiro de Joyce Buñuel, nora do grande Luis Buñuel, não perde tempo com sutilezas, apresenta desde a primeira cena um homem obcecado, Karl (Dern), visivelmente desequilibrado pelos traumas na guerra do Vietnã e na convivência com o pai. Ele encontra no irezumi, estilo japonês de tatuagem, mais do que uma forma de expressão artística, ele enxerga na tinta permanente uma camada protetora. Quando ele tenta cortejar a bela modelo que conheceu em um ensaio fotográfico, levando-a ao restaurante, demonstra incômodo pelo simples fato do garçom se dirigir a ela. É uma cena tonalmente eficiente, o espectador sente que a jovem caiu numa teia de aranha.

O conceito da obra é puramente iconográfico, a trama pode ser tida até como onírica, o enquadramento, a iluminação e a execução da bonita cena final comprovam isto, todo o resto é uma desculpa elegante, similar à proposta de outra pérola bizarra idealizada por uma parente de cineastas surrealistas, no caso, a filha de David Lynch, em “Encaixotando Helena”. A ideia de insinuar que a vítima se tornou alguém mais existencialmente firme após o contato com seu algoz é corajosa, provavelmente jamais receberia sinal verde nos dias de hoje.

“Tatuagem” é um filme incrivelmente subestimado, merece ser visto e discutido.

  • O filme é raro, jamais lançado em DVD no Brasil, mas você encontra para baixar garimpando na internet.
Octavio Caruso
Viva você também este sonho...

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here