“Com Lágrimas na Voz”, de Michael Curtiz

0

Com Lágrimas na Voz (The Helen Morgan Story – 1957)

Helen Morgan (Ann Blyth) começa sua carreira como dançarina de boate em Chicago. Ela se envolve com o astuto Larry Maddux (Paul Newman), cuja promoção a catapulta para a fama como artista da Broadway em Show Boat e atração principal em sua própria boate. Morgan se angustia por seu relacionamento romântico com Maddux e com Russell Wade (Richard Carlson), um advogado rico e casado.

O diretor Michael Curtiz, sempre lembrado por “Casablanca”, foi um dos mais versáteis e competentes na indústria. Além do filme da postagem, ele ainda comandaria no ano seguinte outra produção relacionada ao mundo da música, “Balada Sangrenta”, o melhor filme protagonizado por Elvis Presley. A Warner já tinha comprado os direitos para a cinebiografia de Helen Morgan em 1942, no ano seguinte de seu falecimento, mas problemas com o roteiro e a escalação do elenco postergaram a produção.

Curtiz havia dirigido Ann Blyth no noir “Alma em Suplício”, papel que rendeu à atriz uma indicação ao Oscar de coadjuvante, mas é em “Com Lágrimas na Voz” que ela, incrivelmente subestimada e pouco lembrada nos dias de hoje, entregou seu melhor trabalho. Apesar de cantar muito bem, os produtores decidiram convocar Gogi Grant para dublar suas cenas musicais.

A escolha, que ia contra a vontade de Ann, talvez tenha contribuído para sua despedida das telas após este projeto, ela ficou muito desapontada, já que lutou muito pelo papel. Gogi, por outro lado, sequer se preocupou em aproximar sua voz do estilo da homenageada, aliás, ela foi aconselhada a cantar da sua maneira, opção questionável.

  • O filme foi lançado em DVD pela distribuidora “Classicline”.
Octavio Caruso
Viva você também este sonho...

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here