No “Dica do DTC”, a nova seção do “Devo Tudo ao Cinema”, a intenção não é entregar uma longa análise crítica, algo que toma bastante tempo, mas sim, uma espécie de drops cultural, estimulando o seu garimpo (lembrando que só serão abordados filmes que você encontra com facilidade em DVD, streaming ou na internet). O formato permite que mais material seja produzido, já que os textos são curtos e despretensiosos. 

***

Superbad – É Hoje (Superbad – 2007)

Seth (Jonah Hill) e Evan (Michael Cera) só querem sair com as garotas que gostam antes de ingressar na faculdade. Mas, para isso acontecer, eles precisam conseguir bebidas para a grande festa daquela noite. Com a ajuda do amigo Fogell, também conhecido como McLovin (Christopher Mintz-Plasse) e sua carteira de identidade falsa, os três partem em busca das bebidas.

Por incrível que pareça, gosto bastante desta obra que não é do meu tempo de adolescente. Não há o elemento da nostalgia, mas é impressionante como este projeto conseguiu unir vários símbolos eternizados no imaginário dos jovens cinéfilos, injetando um frescor que eu não achava que seria possível, ainda mais analisando o nível fraquíssimo
das produções atuais no gênero.

O humor é muito eficiente, mas também existe uma mensagem bonita sobre amizade, equilibrando com sensibilidade os aspectos grosseiros (essenciais) com uma bem-vinda sinceridade emocional, sem nunca permitir que os excessos prejudiquem a beleza de pequenos momentos, como a conversa entre Seth e Evan, próximo ao desfecho.

Desde os créditos iniciais, com uma homenagem ao período do Blaxploitation, passando pela criativa ideia dos policiais como homens que buscam quebrar estereótipos, nós percebemos estar na companhia de personagens tridimensionais, que falam e agem como vários colegas que tínhamos na escola, ou até como nós mesmos.

RECOMENDAMOS



Viva você também este sonho...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui