No “Dica do DTC”, a nova seção do “Devo Tudo ao Cinema”, a intenção não é entregar uma longa análise crítica, algo que toma bastante tempo, mas sim, uma espécie de drops cultural, estimulando o seu garimpo (lembrando que só serão abordados filmes que você encontra com facilidade em DVD, streaming ou na internet). O formato permite que mais material seja produzido, já que os textos são curtos e despretensiosos.

***

McQuade – O Lobo Solitário (Lone Wolf McQuade – 1983)

Quando a vida de sua filha adolescente é ameaçada por sequestradores que estão tentando roubar um caminhão repleto de armas e munição, o assunto torna-se pessoal para McQuade.

Chuck Norris criou uma persona exótica nas telas, misturando filmes de artes marciais com cópias genéricas de baixo orçamento dos projetos que foram o símbolo da era Reagan. Ele resolve tudo na bala, sem mover um músculo do rosto. Eu considero “McQuade”, dirigido por Steve Carver, o melhor de todos.

O grande chamariz da produção era a batalha épica entre Norris e David Carradine, evento que a ótima trilha sonora pomposa de Francesco de Masi capta com inspiração clara nos duelos dos faroestes italianos.

Toda a trama que envolve este desfecho é pura desculpa, não fica retida na memória. A ideia é elaborar o suspense minimamente necessário para que estes dois mitos do gênero, como gladiadores modernos, partam gloriosamente para a ignorância.

A luta dura em torno de quatro minutos do puro Karatê de Norris contra um misto, mais cenográfico que eficiente, de Kung-Fu e Tai-Chi.

  • Você encontra o filme em DVD e, claro, garimpando na internet.

RECOMENDAMOS



Viva você também este sonho...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui