No “Dica do DTC”, a nova seção do “Devo Tudo ao Cinema”, a intenção não é entregar uma longa análise crítica, algo que toma bastante tempo, mas sim, uma espécie de drops cultural, estimulando o seu garimpo (lembrando que só serão abordados filmes que você encontra com facilidade em DVD, streaming ou na internet). O formato permite que mais material seja produzido, já que os textos são curtos e despretensiosos.

***

A Casa Intolerante (Arrangiatevi – 1959)

Na Itália do pós-guerra dos anos 1950, encontrar uma casa para alugar é tão difícil que uma família acaba morando em um antigo bordel.

O saudoso diretor Mauro Bolognini não é muito lembrado hoje em dia, talvez porque boa parte de seus filmes tenham se debruçado demais no viés político marxista, como em “A Corrupção” (1963), algo que simplesmente não envelheceu bem, mas ele comandou algumas pérolas que merecem ser redescobertas, como esta maravilhosa comédia, protagonizada por Totò e Peppino De Filippo.

Produzido alguns anos depois de “O Teto”, de Vittorio De Sica, o roteiro aborda o mesmo tema, o problema da falta de moradia que era gravíssimo na Itália da época, mas consegue ser mais eficiente em sua crítica social, exatamente por se utilizar generosamente do humor.

É hilária a cena, por volta dos 27 minutos, em que Peppino descobre que a casa que pretende alugar era o antigo bordel, o seu desconforto, a profunda vergonha, o tratamento reservado à jovem acompanhante do malandro locador, que se esforça para caminhar com salto alto, e, minutos depois, passa a ser chamada pelo nome de guerra que utilizava no local.

O caos se intensifica, já que o pobre homem é o único na família que sabe sobre a origem do local, algo que causa diversos desentendimentos cada vez mais engraçados.

  • Você encontra o filme facilmente garimpando na internet.

RECOMENDAMOS



Viva você também este sonho...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui