No “Dica do DTC”, a nova seção do “Devo Tudo ao Cinema”, a intenção não é entregar uma longa análise crítica, algo que toma bastante tempo, mas sim, uma espécie de drops cultural, estimulando o seu garimpo (lembrando que só serão abordados filmes que você encontra com facilidade em DVD, streaming ou na internet). O formato permite que mais material seja produzido, já que os textos são curtos e despretensiosos.

***

Fabricantes do Medo (The Fearmakers – 1958)

Uma pérola noir, lançada anos antes de “Sob o Domínio do Mal”, mas tematicamente similar, que infelizmente não é lembrada, injustiça que pretendo desfazer com este texto. “Fabricantes do Medo”, como o próprio título reforça, alerta para o perigo da utópica ideologia comunista, que se alimenta de medo, estimula o vitimismo e se sustenta na mentira.

O curioso é que, durante minha adolescência, li muito sobre a “paranoia anticomunista” em Hollywood nos anos 50, os vilões que praticavam lavagem cerebral nas vítimas, e, claro, achava tudo muito esquisito, mas, analisando friamente os tempos atuais, e, principalmente, constatando a devastação que o plano gramscista fez em poucas décadas no sistema educacional brasileiro, sinceramente creio que qualquer adulto lúcido não enxergue mais como absurda a ameaça que estes filmes condenavam.

A fotografia de Sam Leavitt potencializa em seus enquadramentos o senso de claustrofobia, acompanhando a progressiva angústia do protagonista, um veterano da Guerra da Coreia que sofreu lavagem cerebral e, após seu retorno, descobre que sua empresa de relações públicas, com sede em Washington, foi tomada por comunistas infiltrados. O inimigo controla as mentes, manipula e pratica os crimes mais grotescos, protegido por um verniz de pacifismo. A simbologia é clara em todas as escolhas estéticas, o embate final entre o bem e o mal é encenado nos degraus do Memorial Lincoln.

Outro ponto que o roteiro evidencia é o controle da informação como ponte fundamental no plano dos vilões, elemento importante também no “1984”, de George Orwell.

  • Você encontra facilmente o filme no Youtube.

RECOMENDAMOS



Viva você também este sonho...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui